Sim, eu gosto de mudar sempre! Antes/depois

Quem de nós mulheres ou de vocês homens já não ouviu ou disse as seguintes frases:

“Quando esta reforma vai acabar?”

“Vai mudar as coisas de lugar novamente?”

“Me diz que não falta mais nada para mudar pelo amor do nosso casamento!!”

Pois é, aqui em casa a escolhida para ouvir essas frases tão educadas (educadas sim, pois poderiam ser ditas aos berros se vocês vissem como eu deixo a casa … kkk) fui eusinha. Por que será? Bem, já que ganhei a fama de mulher que está sempre com uma pequena mudancinha para fazer aí vai uma foto do antes/depois do meu aparador que viveu feliz e contente por 5 lindos anos do jeitinho que veio ao mundo.

meu aparador logo que comprei em 2006

Por mais que meu amor por ele fosse grande, não posso mentir para mim mesma. Sempre sonhei com um aparador branquinho e para não deixá-lo triste ou sentindo-se deslocado resolvi dar meu jeitinho ao estilo Do it yourself. E voilà…

olha que gracinha que ele ficou

 

outro close do meu aparador

Espero que tenham gostado.

Kisses…

PS: Usei tinta spray para fazer esse trabalho. Na verdade adoro tinta spray para tudo.


Cabeceira para colchão box

Sabem aquelas pessoas que não conseguem ficar paradas e satisfeitas com as coisas do jeito que estão? Pois bem, eu sou uma delas. Além de gostar de inventar coisas para fazer, gosto de eu mesma colocar a mão na massa ao estilo “faça você mesmo”.

Eu já quis fazer curso das coisas mais diferentes possíveis. O último foi de marcenaria, mas como não tenho espaço para trabalhar desisti do curso. Mas não pensem que desisti de fazer algumas “coisinhas” aqui mesmo na sacada do meu apartamento.
Para ajudar nas minhas traquinagens ganhei um brinquedinho muito útil mas um pouco difícil de manusear ou como prefiro dizer “domar”.
meu brinquedinho
Como gosto de viver inventando decidi que minha cama estava muito pobrinha já que tenho um colchão box sem cabeceira. Solução para este dilema? Fazer uma cabeceira! Então mãos à obra.
Material:
  • placa de MDF;
  • espuma;
  • tecido para forrar;
  • grampeador de madeira;
  • tinta branca para acabamento;
  • parafuso e adesivo (para prender o painel na parede);
  • minha serra maravilhosa e indomável…kkk …
olha eu treinando
depois de serrar, pintar
Depois de muito serra aqui, pinta ali, cola lá, grampeia acolá e forra tudo, foi assim que ficou minha cabeceira.
meu primeiro trabalho de marcenaria e estofamento…kkk …
Este foi apenas o primeiro post sobre meus trabalhos de marcenaria, aguardem os próximos.
Kisses…